Vereador Renei faz cobrança à Semed

por Clely Ferreira publicado 26/11/2019 17h36, última modificação 26/11/2019 17h36 Texto: Assessoria Parlamentar / Foto: Simone Brandão
Na sessão desta terça-feira (26/11), o vereador Renei Mocambo (PL) cobrou da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da empresa que ganhou a licitação para fazer a manutenção dos ares-condicionados das escolas do município. O edil disse que não se pode cobrar somente do Secretário de Educação, sendo que tem uma empresa que é responsável e prestadora de serviços, que “acaba não assumindo seu compromisso”. Até agora nem todas foram atendidas na Agrovila do Mocambo. Ainda tem quatro salas de aula que não foram climatizadas. Pede solução.

Na sessão desta terça-feira (26/11), o vereador Renei Mocambo (PL) cobrou da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da empresa que ganhou a licitação para fazer a manutenção dos ares-condicionados das escolas do município. O edil disse que não se pode cobrar somente do Secretário de Educação, sendo que tem uma empresa que é responsável e prestadora de serviços, que “acaba não assumindo seu compromisso”. Até agora nem todas foram atendidas na Agrovila do Mocambo. Ainda tem quatro salas de aula que não foram climatizadas. Pede solução.

O outro assunto referiu-se à cobrança feita ao Secretário de Saúde Clerton Rodrigues sobre a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF). O vereador citou uma divulgação feita há 15 dias atrás na Casa Legislativa, além de matéria no programa radiofônico “Cartão Amarelo” de que a UBSF atenderia na comunidade de São José do Arco, porém, o atendimento não aconteceu. Renei pautou sobre o assunto porque os moradores ligaram fazendo a cobrança pela visita da UBSF. Por este motivo, o edil pediu ao secretário esclarecimento sobre o porquê do não atendimento naquela localidade e que informe uma outra data.

O parlamentar ressaltou que essa semana é de muita importância para os moradores do Mocambo pelos 41 anos oficializado como Distrito a ser comemorado na sexta-feira (29/11). Disse que estará na Agrovila para celebrar a data. Na ocasião, será entregue o registro das duas agremiações folclóricas que ganharam toda uma estrutura, desde a fundação do estatuto até o CNPJ. “Conquistam com isso o direito de poder elaborar projetos e caminhar com as próprias pernas em certas situações. Isso não quer dizer que a prefeitura deixará de contribuir com o festival folclórico do Mocambo”, expressou.

Renei fez o convite às comunidades e pessoas da zona urbana para que se façam presente na Audiência Pública da Amazonas Energia, que acontecerá nesta sexta-feira (29/11) no Plenário Raimundo Almada, para que possam reivindicar seus direitos. “O que está acontecendo com nossa cidade é um verdadeiro assalto, dentro de nossas próprias residências”, expressou o edil, com crítica ao valor cobrado nas faturas.