Vereador Beto Farias trata sobre prestação de contas de ex-prefeito, coleta de lixo e Pastorinhas

por Clely Ferreira publicado 05/11/2019 14h55, última modificação 06/11/2019 10h08
Colaboradores: Clely Ferreira
Texto: Assessoria Parlamentar / Foto: Simone Brandão
Na manhã desta terça-feira (05/11), o vereador Beto Farias (Podemos) relatou sobre a prestação de contas do ex-prefeito de Parintins, abordada pela Vereadora Maria Alencar. O parlamentar acompanhou o Tribunal de Contas do Estado e todo o trâmite jurídico das contas do ex-prefeito Alexandre da Carbrás.

Na manhã desta terça-feira (05/11), o vereador Beto Farias (Podemos) relatou sobre a prestação de contas do ex-prefeito de Parintins, abordada pela Vereadora Maria Alencar. O parlamentar acompanhou o Tribunal de Contas do Estado e todo o trâmite jurídico das contas do ex-prefeito Alexandre da Carbrás.

Para não ser injusto e fazer seu trabalho de fiscalização como líder da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa Legislativa disse que pretende acompanhar os processos do atual prefeito. Declarou que “não vai deixar passar em branco nada”.

Em seguida, o parlamentar falou sobre a Associação de Pastorinhas de Parintins. Contou que reuniu com as líderes da associação no bairro de São Francisco para tratar sobre a festa comemorativa que se realiza final do ano.

Sobre o encontro, declarou que pretende conversar com a Secretária Karla Viana e o Prefeito Frank Bi Garcia (PSDB) para se informar o porquê de o Festival de Pastorinha não ter sido incluso no calendário cultural e turístico do município. Pontuou que é uma festa da cultura da cidade de Parintins.

O edil solicitou, em caráter de urgência, um cronograma de trabalho da Secretaria de Planejamento do Município, juntamente com a Secretaria de Obras e a Setor de Terras e Arrecadações, para que anunciem à população horários e datas da coleta de lixo e entulhos, para que as pessoas não venham a coloquem fora de hora ou dia marcado para que a cidade venha a ter ordem e fique limpa.

“Infelizmente, alguns tricicleiros são os principais responsáveis por jogar lixos nas margens das vias, pois o destino final seria a lixeira pública. Porém, para facilitar o trabalho, os mesmos arremessam lixos em frente a terrenos baldios”, lamentou.