Telo Pinto destaca parcerias para implantação do Salta-Z no Paraná do Espírito Santo do Meio

por Clely Ferreira publicado 15/10/2019 13h35, última modificação 15/10/2019 14h00 Texto e Foto: Gerlean Brasil
O vereador destacou que a tecnologia de tratamento de água do rio Amazonas é legitimamente brasileira, porque foi criada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e chega às comunidades ribeirinhas, por meio de convênio com a Prefeitura de Parintins. Telo Pinto ressaltou a primeira unidade do Salta-Z instalada e já em funcionamento na comunidade São Sebastião do Boto.

"O uso do hipoclorito e da pedra ume é página virada aqui no Paraná do Espírito Santo do Meio, após São Sebastião do Boto". A declaração é do presidente da Câmara Municipal de Parintins, Telo Pinto (PSDB), ao reconhecer a importância do projeto Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água para Consumo Humano (Salta-Z), inaugurado na comunidade Paraná do Espírito Santo do Meio, na tarde desta segunda-feira, 14.

O vereador destacou que a tecnologia de tratamento de água do rio Amazonas é legitimamente brasileira, porque foi criada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e chega às comunidades ribeirinhas, por meio de convênio com a Prefeitura de Parintins. Telo Pinto ressaltou a primeira unidade do Salta-Z instalada e já em funcionamento na comunidade São Sebastião do Boto.

O presidente da Câmara reconheceu o empenho do prefeito Frank Bi Garcia (PSDB) para concretizar o projeto da Funasa e levar água potável à área de várzea de Parintins. Telo Pinto enfatizou o trabalho da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, por meio do titular da pasta, Samuel Reis, responsável pela parte técnica do Salta-Z, levantamentos das comunidades necessitadas e encaminhamentos para a Funasa.