Projeto de Lei: vereadora Vanessa propõe criação de cadastro municipal de pessoas com deficiência em Parintins

por Clely Ferreira publicado 18/09/2019 08h25, última modificação 18/09/2019 10h18 Texto: Karine Nunes / Foto: Simone Brandão
Em consonância com as atribuições da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência, a vereadora Vanessa Gonçalves (PROS) apresentou hoje (17) Projeto de Lei que cria o cadastro municipal desse segmento. A proposta é definir o quantitativo de cidadãos que necessitam de atenção específica no que se refere à educação inclusiva, mobilidade, saúde e demais serviços que lhes são de direito.

Em consonância com as atribuições da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência, a vereadora Vanessa Gonçalves (PROS) apresentou hoje (17) Projeto de Lei que cria o cadastro municipal desse segmento. A proposta é definir o quantitativo de cidadãos que necessitam de atenção específica no que se refere à educação inclusiva, mobilidade, saúde e demais serviços que lhes são de direito.

De acordo com as demandas populares que chegam à Casa Legislativa, a vereadora discursou sobre a distribuição de energia elétrica no município. Nesse sentido, solicitou da Amazonas Energia esclarecimentos sobre a cobrança indevida a consumidores que estão com o serviço interrompido. A parlamentar requereu ainda o fornecimento de energia ao loteamento Jacareacanga e à Comunidade Rural Ilha do Bispo.

Ao Poder Executivo, pediu o recapeamento da Rua Acioly Teixeira - bairro São Vicente. Vanessa destacou o abaixo-assinado organizado pelos moradores do Bairro da União referente aos problemas no fornecimento de água e esclareceu também o pedido de reordenamento do trânsito na Orla dessa região. O esclarecimento é em resposta à interpretação equivocada do assunto que repercutiu nas redes sociais.

Com Indicação ao gabinete da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), solicitou o curso de Excelência no Atendimento Cerimonial Protocolo de Autoridade ou Etiqueta e Ética no Trabalho para a Associação dos Moradores do Itaúna II. Em parceria com a Escola do Legislativo Estadual, a intenção é contribuir para a formação profissional dos moradores.