Márcia lamenta morte de criança e reforça pedido de união das instituições contra a violência

por Mayara Carneiro publicado 17/06/2021 09h54, última modificação 17/06/2021 09h54 Texto e Foto: Assessoria Parlamentar
Ela lembrou que é preciso reforçar a união das instituições, investir no atendimento, na prevenção e na elaboração de leis e de políticas públicas efetivas.

O crescimento da violência contra as crianças preocupa a vereadora Márcia Baranda, (MDB), ao lembrar o caso da pequena Wemilly, de 5 anos, da comunidade Betel, na Serra da Valéria, estuprada e morta, fato ocorrido na última segunda (14).

Na tarde desta quarta-feira, (16), moradores da Comunidade Betel, onde a criança foi sepultada, protestaram pedindo justiça para o caso. “Estou solidária com a família e entristecida com mais um fato que choca nossa população e provoca na gente um sentimento de dor e sofrimento“, disse a parlamentar.

No último 18 de Maio, a Câmara Municipal realizou Sessão Especial, atendendo ao requerimento da vereadora Márcia em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Márcia que faz parte da Comissão da Família, Mulheres e Idosos na Câmara Municipal, lembrou os números crescentes apresentados pelos órgãos que participaram da Sessão.

“Não podemos nos omitir como representantes da sociedade, diante de graves violações de direitos das nossas crianças. Por isso promovemos o debate levando para a tribuna essas discussões para que possamos assumir compromisso de propor ações para o real enfrentamento do problema. Reforço aqui meu apoio a rede de proteção”, destacou a vereadora.

Ela lembrou que é preciso reforçar a união das instituições, investir no atendimento, na prevenção e na elaboração de leis e de políticas públicas efetivas.

“É preciso trabalhar para cuidar mais de nossas crianças,, elas são dignas de amor, carinho e principalmente proteção”, encerrou a vereadora.