Câmara de Parintins articula estrutura para nova sede do Pelotão Mirim na Universidade do Folclore Paulinho Faria

por Clely Ferreira publicado 17/10/2019 10h35, última modificação 21/10/2019 03h34 Texto e Foto(s): Clely Ferreira - Assessoria de Imprensa da Câmara
A sugestão do local foi por parte da Câmara Municipal, na pessoa do vereador-presidente Telo Pinto (PSDB), tendo em vista “a necessidade de um espaço maior para as atividades”. O presidente da Casa Legislativa vai apresentar Indicação à Prefeitura, que já é parceira do programa, em Sessão Ordinária para a acomodação do Pelotão Mirim à estrutura da Escola de Artes do Boi Garantido.

As tratativas já vinham ocorrendo há algum tempo e a parceria foi confirmada em reunião na quinta-feira (17/10). O presidente da Associação Folclórica Boi Bumbá Garantido Fábio Cardoso, seu vice Messias Albuquerque, comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel José Francisco Bonates Corrêa Júnior, coordenadora do Pelotão Mirim, sargento PM Sylma Cintra, o vice-coordenador Cabo PM Teixeira Júnior, o presidente da Câmara Municipal, vereador Telo Pinto (PSDB), e voluntários estiveram no local para vistoriar a estrutura da Universidade do Folclore Paulinho Faria.

O Pelotão Mirim é um programa social que vai completar duas décadas no município e foi implantado pelo então Capitão Fábio Pacheco, hoje Coronel. Parintins foi a cidade piloto do projeto, de acordo com o Comandante do 11º Batalhão. “O Pelotão Mirim visa buscar crianças em vulnerabilidade social, trabalhar um pouco de cidadania, para entender como é que funciona a cidadania, depois de trabalhada nesse sentido, a gente vai no foco da problemática que é a família”, definiu o Comandante Corrêa Júnior.

“O Pelotão Mirim é totalmente serviço social, também trabalha com reforço escolar, música, dança e outras atividades”, afirma Sylma Sintra. Segundo a coordenadora, atualmente, o Pelotão Mirim atende 250 crianças, na faixa etária de 07 a 12 anos. Portanto, o espaço atual já não comporta o quantitativo e “têm crianças desistindo por causa do local”, por isso buscou-se a parceria com o Garantido, juntamente com o Comando da Polícia Militar.

A tendência é abranger mais vagas para as crianças de Parintins. “Temos mais de 10 salas aqui, uma estrutura bem grande. A gente fica muito feliz de poder voltar a funcionar, atendendo à comunidade. Agora, em uma parceria bem ampla tanto com Pelotão Mirim, quanto a Polícia Militar, com apoio da Câmara Municipal e a Prefeitura de Parintins. Em princípio a parceria é a cessão do prédio. Em contrapartida, vamos ter vagas para os sócios, para a comunidade próxima aqui ao local”, declarou o presidente do boi do povão.

A sugestão do local foi por parte da Câmara Municipal, na pessoa do vereador-presidente Telo Pinto (PSDB), tendo em vista “a necessidade de um espaço maior para as atividades”. O presidente da Casa Legislativa vai apresentar Indicação à Prefeitura, que já é parceira do programa, em Sessão Ordinária para a acomodação do Pelotão Mirim à estrutura da Escola de Artes do Boi Garantido.

“O presidente da Câmara é amigo nosso de longas datas e, juntos, tivemos essa ideia. A gente vem conquistando agora esse espaço para o Pelotão Mirim, novidade para a cidade, vai conseguir agregar agora mais crianças para o programa”, celebrou o vice-coordenador do projeto. Conforme suas informações, a previsão para funcionar no novo espaço é em 2020, porém, acredita que ainda esse ano serão lançadas as pré-matrículas.