Afonso Caburi denuncia prática de pesca predatória no Distrito do Caburi

por Clely Ferreira publicado 21/08/2019 11h18, última modificação 21/08/2019 11h18
Colaboradores: Clely Ferreira
Texto: Assessoria Parlamentar
“Qualquer cidadão tem o direito de pescar em qualquer lago, desde que faça uma pesca racional”. Assim o vereador Afonso Caburi (PTB) iniciou seu discurso desta terça-feira (20/08), manifestando preocupação com a situação que está ocorrendo na região do Distrito do Caburi.

“Qualquer cidadão tem o direito de pescar em qualquer lago, desde que faça uma pesca racional”. Assim o vereador Afonso Caburi (PTB) iniciou seu discurso desta terça-feira (20/08), manifestando preocupação com a situação que está ocorrendo na região do Distrito do Caburi.

Pessoas estão usando de prática de pescaria predatória, utilizando-se de arma-arpão, ação nociva que traz prejuízos aos pescadores locais que realizam a pescaria artesanal de caniço e dependem dos peixes para sua subsistência. O edil, como defensor dos interesses daquela comunidade, assegurou que vai procurar os órgãos ambientais competentes e tomar as providências cabíveis para coibir tais práticas.

O vereador informou que na programação do evento Festival de Verão do Caburi está previsto o Torneio de Pesca Esportiva do Tucunaré, na categoria “pesca-e-solta”, como forma de incentivar a prática de lazer com responsabilidade ambiental. Os organizadores do evento aguardam a liberação para a realização do torneio. Nisto, ressaltou a importância em combater a pesca predatória nas situações que estão ocorrendo na região do Caburi, pois estes fatos afetam diretamente o êxito do torneio e, consequentemente, o XXVIII Festival de Verão.

O parlamentar, na função de presidente da Comissão de Educação do Poder Legislativo, esclareceu que buscou informações junto à Secretaria Municipal de Educação sobre as programações do Desfile Cívico do dia 05 de setembro, no que comunicou a programação das escolas municipais e estaduais. Na oportunidade, ressaltou a importância da participação dos alunos parintinenses neste ato de civismo e respeito pela história de nosso Estado e nosso país.